publieditorial

Rosângela Campos de Souza é a proprietária do residencial geriátrico Florence

Rosângela Campos de Souza é a proprietária do residencial geriátrico Florence

Um sonho antigo que se tornou realidade, assim é o Residencial Geriátrico Florence, localizado aqui em Bauru. O desejo do empreendimento é da bauruense Rosângela Campos de Souza, uma sonhadora que com muita fé e trabalho duro, conseguiu tirar os planos do papel e abrir o único residencial deste modelo da cidade e da região.

Quando jovem, sua mãe cuidava de idosos em sua casa e ela sempre teve o sonho de continuar trabalhando com isso, em um local especializado em cuidados com pessoas da terceira idade. A vida mudou e os planos também. De Bauru, ela acabou se mudando para Praia Grande, adiando a vontade de fazer faculdade.

“Eu não tinha condições financeiras para fazer uma faculdade, mas sabia que um dia iria conseguir. Não sabia quando isso iria acontecer, mas sabia que Deus iria me honrar com esta graça”, diz.

E, novamente, com muita fé, ela não desistiu e mesmo com as dificuldades, se formou na faculdade de enfermagem, curso que proporcionou trabalhos em grandes empresas daqui de Bauru. “Fui fazer o vestibular com muito medo, pois já tinha terminado os estudos há muitos anos. Mas prestei quatro vestibulares e passei nos quatro. No último ano, eu acabei voltando para Bauru e como a grade do curso de lá era diferente do curso daqui, o que eu iria fazer em um ano, acabei fazendo em dois. Foi uma fase muito difícil. O curso era mais caro, passei por dificuldades financeiras e ainda tinha duas filhas pequenas… não foi fácil. Mas consegui terminar o curso e me formei”, relembra.

Com o sonho ainda adormecido, Rosângela, mesmo com a carreira consolidada, decidiu abrir mão da estabilidade, juntou dinheiro e deu o pontapé inicial: com 13 mil reais na mão, ela alugou uma pequena casa na Rua Monsenhor Claro, fez as reformas necessárias e inaugurou o Residencial Florence em 31 de agosto de 2012.

“Sabia que Deus iria me proporcionar a fazer algo que seria a minha missão; fazer algo que eu pudesse me destacar fazendo o meu melhor. Eu sou uma pessoa muito temente a Deus e acredito que é Ele quem faz tudo na nossa vida. Quando temos fé e acreditamos em nossos sonhos, Deus realiza”.

Em menos de uma semana após a inauguração, ela já tinha os três primeiros pacientes e, depois de quatro meses, o local já estava lotado com 13 pacientes. “Foi tudo muito rápido”. Sorte? Nem pensar. O sucesso foi fruto de muito trabalho e dedicação em fazer pessoas felizes e um local onde o que reina é o amor.

Hoje, o que era apenas uma pequena casa, se transformou em um local equivalente a três casas, com área total de 2 mil metros quadrados e capacidade para 42 pacientes. Ao todo, são 26 idosos que moram no local e ainda restam 16 vagas neste novo espaço agora localizado na Rua Joaquim da Silva Martha.

“Eu confio muito nos diferenciais do nosso serviço. Atuo com uma equipe de 27 colaboradores, além dos terceirizados, que são dois fisioterapeutas, uma nutricionista, dois dentistas e um médico. Equipe que vale ouro! Todos os colaboradores são treinados, habilitados para as funções que exercem e têm, acima de tudo, muito amor pelo que fazem. Não podemos esquecer que estamos lidando com vidas e paciência e tolerância são muito importantes. Outro diferencial do residencial é que temos a nossa própria cozinha oferecendo seis refeições ao dia: café da manhã, colação, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia; tudo elaborado pela cozinha, com pratos deliciosos e especialmente preparados para os idosos”.

A empreendedora ainda fala sobre os cuidados especializados que todos os pacientes recebem diariamente no local, como aferição da pressão arterial, verificação da frequência cardíaca e respiratória e teste glicêmico, ou seja, desde os cuidados mais básicos até os mais complexos; e comenta sobre as visitas familiares, que são liberadas diariamente, sempre estimulando a participação e o contato da família.

O local ainda conta com academia; espaço para fisioterapia; lavanderia hospitalar; atividades de terapia ocupacional como artesanatos, desenhos, pinturas e jogos; biblioteca; viveiro com pavão, periquitos, galinhas e faisão; ‘cantinho da tranquilidade’; jardim e espaço para a beleza, onde as mulheres fazem as unhas, o cabelo e maquiagem.

“Estes espaços melhoram a convivência entre eles e aumentam a autoestima, mas sempre respeitando as manias e vontades de cada um. Porém, algo importante de ser falado é que aqui tudo é dividido, inclusive os quartos, para que eles possam reaprender a conviver com outras pessoas. Além de ser um aprendizado para eles, é um aprendizado diário para quem convive também. Nós estamos aqui para ouvi-los e respeitá-los para que tenham mais dignidade. Hoje, eu enxergo a terceira idade de uma outra maneira. Montei o residencial com o intuito de ser algo que eu também quero para mim no futuro”.

Além disso, o Residencial Florence ainda promove a terapia assistida com animais, com cachorro e outros animais domésticos, fortalecendo o contato dos pacientes com a natureza.

“Eu acredito que o Residencial Florence seja uma diferença no mercado. Sabemos que a população vai envelhecer ainda mais e que tipo de atendimento essas pessoas vão ter? Procuramos oferecer algo de qualidade e com amor. Se você tem amor pelo o que faz e, principalmente, se você se coloca no lugar do outro o tempo todo, o seu serviço terá um diferencial muito grande. A concorrência existe e ela é necessária para promover o nosso crescimento. Com amor, tudo será diferente.”

Serviço
O Residencial Geriátrico Florence está localizado na Rua Joaquim da Silva Martha 10-20, em Bauru.
Telefone: 3010-3550 ou 997365944.
Horário comercial: das 8h às 17h.
Para saber mais, acesse: www.facebook.com/Residencial-Florence